NOTÍCIAS
 
 
Resumo do dia V

No quinto dia da décima edição da Universidade de Verão 2012 tivemos na aula da manhã a aula sobre a área social. Subordinada ao tema “Intervir no social: podemos fazer a diferença”, Conceição Zagalo é membro fundador do GRACE – Grupo de Reflexão e Apoio à cidadania empresarial.

Resumo do dia IV

O Professor António Borges veio dar a aula de Economia – “Lições do Passado e Ambições para o Futuro” - que iniciou a manhã.

VER TODAS

SUGESTÕES
 
 
Vitor Manuel Fonseca

Caro Carlos, para as próximas edições da Universidade de Verão acho que pode ser interessante transmitir em directo via on-line as conferências e debates. Assim, esta estrutura ficaria ainda mais aberta à sociedade civil.

Resposta do Carlos Coelho:
pois, Vítor...

Mas os oradores ficam inibidos de serem abertos como o são falando só para a UV. O Eng. Carlos Pimenta falou sem os jornalistas poderem gravar. O Falar Claro é à porta fechada e outras aulas vão ter idênticas limitações.

Por isso só fazemos o broadcasting através da REDEUV e com password para os antigos alunos da UV. Vocês, nos próximos anos, terão idêntico privilégio. Poderão seguir os debates através da REDEUV.

CC
 
ACHEI CURIOSO
 
 

Marco Barbosa
A distribuição do livro do Dr. Paulo Rangel. Uma iniciativa de louvar e de repetir (caso possível) com outros oradores.
31-08-2012 | 14:31

Pedro Miguel Carvalho
A capacidade da Dra. Conceição Zagalo em prender as pessoas .
31-08-2012 | 14:28

Ricardo Bessa Marques
"Não adianta nada ter o processo lá três semanas em cima da secretária, que raio de justiça é esta?" - Dra. Paula Teixeira da Cruz
01-09-2012 | 12:31

Pedro Sousa
Simplesmente Fantástico. A forma como os nossos coordenadores e directores que desde sempre nos habituaram a um registo sério e rigoroso ( assim um género de Troika comportamental) conseguiram na Gala do Boneco transfigurar essa imagem para um registo muito criativo, interactivo, dinâmico e enérgico! Os Parabéns à organização.
31-08-2012 | 15:59

Selma Sequeira
Apesar de ser dos assuntos de que menos se fala, a acidificação do mar torna-se um fator preocupante e onde se tem de intervir.
29-08-2012 | 10:16

Pedro Miguel Carvalho
"Devemos ver em cada uma das pessoas um ser único e irrepetível" - Prof. Miguel Morgado
28-08-2012 | 21:47

João Alcobia
Achei curioso o facto de ao longo da democracia o Estado Central ter aumentado a sua esfera de influência criando-se institutos públicos, empresas públicas e mais recentemente sociedades públicas. Este fenómeno em minha opinião é negativo por duas razões, em primeiro lugar são despendidos recursos importantes da população que poderiam ser utilizados de uma forma mais competitiva (devido a um tamanho gigante do Estado perdem-se bastantes verbas apenas por razões burocráticas) e em segundo lugar pelo facto de, e como a história nos mostra, quando o Estado intervém a um nível demasiado acaba por controlar a vida dos cidadãos comuns. Sendo assim na minha opinião o Estado deve ser forte, para fazer valer os direitos fundamentais dos cidadãos e ao mesmo tempo ser pequeno para não diminuir as liberdades.
01-09-2012 | 11:20

Ricardina Bessa
"É preciso por fim ao programa, para isso precisamos de credibilidade externa". António Borges
30-08-2012 | 11:04

Selma Sequeira
Engraçado como algumas pessoas que se dizem cidadãos são capazes de deixar que os outros decidam por elas! É fácil criticar, difícil é lutar! Mas é isso que todos aqui queremos fazer… !
31-08-2012 | 10:23

João Diogo Ferreira
Dra. Paula Teixeira da Cruz referir que «fomos eliminando estruturas de planeamento e de estudos». Algo que descredibiliza os nossos atores políticos.
01-09-2012 | 10:34